Durante o lançamento do Plano Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar 2005-2006 (Pronaf), hoje em Garanhuns (PE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que espera punição para todos os envolvidos nas denúncias de corrupção, ao fim dos trabalhos das Comissões Parlamentares de Inquérito. Ele também espera que o Ministério Público mova ação contra os culpados.

"Quem deve pagar, pagará. Seja do PT, católico, evangélico, do PMDB. Não tem cor, não tem raça, não tem sexo e não tem ideologia. Todos precisam pagar. Mas eu também peço que aqueles que não cometeram nenhum delito ? e que seus nomes ocuparam manchetes de jornais ?, na hora que for provada inocência, que pelo menos a imprensa brasileira divulgue e peça desculpa aos acusados injustamente", afirmou.

Segundo Lula, é preciso separar o "joio do trigo". "Eu acho que pode ter muitos culpados e muitos inocentes. A única coisa que um presidente da República pode querer é que haja justiça para o bem e para o mal."