O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou hoje (25) as obras da segunda
pista de pouso e decolagem do aeroporto internacional de Brasília. Foi a segunda
vez que Lula visitou as obras. Na ocasião, o presidente tirou foto com nove
trabalhadores da construtora Beter, responsável pela obra.

Depois, o
presidente participou de um café da manhã com os operários da empresa. Em um
discurso de quase vinte minutos, falou sobre honestidade ao contar a história do
faxineiro da Infraero, Francisco Basílio, que há pouco mais de um ano encontrou
US$ 10 mil e devolveu ao dono. Ele estava no evento.

Segundo o
presidente, o gesto do faxineiro "engrandece a figura humana". "Estamos
percebendo com todas as denúncias que acontecem no Brasil. Se nós tivéssemos 180
milhões de Francisco, certamente o dinheiro do Brasil daria para a gente fazer
muito mais coisa para o povo pobre desse país do que as pessoas levarem o
dinheiro público", disse, ao que foi aplaudido pela platéia.

A segunda
pista do aeroporto deve começar a funcionar em dezembro deste ano, de acordo com
informações da Infraero. A obra vai desafogar o fluxo no aeroporto que recebeu
cerca de dez milhões de passageiros no ano passado.