As áreas mais castigadas pela seca em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul
serão vistoriadas amanhã pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele deverá
chegar num avião da Força Aérea Brasileira (FAB), por volta das 10 horas, em
Chapecó, no oeste catarinense. Cinco ministros vão acompanhar o presidente –
José Fritsch, da Pesca, Ciro Gomes, da Integração Nacional, Miguel Rosseto, do
Desenvolvimento Agrário, Luiz Fernando Furlan, do Desenvolvimento, Indústria e
Comércio Exterior e Roberto Rodrigues, da Agricultura.

O presidente
deverá lançar as medidas de combate à estiagem anunciadas sexta-feira e reforçar
o compromisso do governo em executá-las. No total, serão liberados R$ 1,2 bilhão
para aliviar as perdas dos pequenos agricultores. Depois da visita em Chapecó,
Lula embarcará num helicóptero para verificar os estragos causados pela estiagem
na região. Por volta das 12 horas, a comitiva presidencial deverá chegar a
Erechim, no Rio Grande do Sul.