A luta contra a transferência da operação do sistema elétrico da Copel para o Operador Nacional do Sistema (ONS), em Santa Catarina, começa a ganhar novos aliados.

O deputado Rafael Greca recebeu, nesta segunda-feira, o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Paraná (Crea-PR), do Procon e do Instituto de Tecnologia e Desenvolvimento Econômico e Social (Itedes).

De acordo com o diretor do Procon, Algaci Túlio, que também faz parte do Conselho de Consumidores da Copel, foi pedida uma reunião extraordinária à empresa, prevista para o dia 19. ?Queremos saber mais a respeito desta transferência. Se realmente for confirmada a possibilidade de um aumento de tarifa para o consumidor vamos entrar com uma ação civil pública?, disse.

O presidente do Crea-PR, Luis Antonio Rossafa, elogiou a iniciativa do deputado Rafael Greca. ?Atitudes como estas fortalecem os laços históricos dos paranaenses. Parabenizo o deputado, já que a transferência da operação do sistema elétrico atenta contra a valorização do nosso Estado?, disse.

A diretora do Itedes, Nilza Aparecida Freres Stipp, disse ao deputado que vai recolher assinaturas para abaixo-assinado na Universidade Estadual de Londrina. De acordo com Nilza, que é professora do mestrado em Geografia Desenvolvimento e Meio Ambiente da UEL, o assunto foi discutido com os alunos que apoiaram a iniciativa. ?O controle deve permanecer no Paraná?, declarou.