O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira (7) que convidou para integrar a sua equipe no Ministério da Fazenda o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Demian Fiocca. Mantega disse que o cargo só será acertado depois que Fiocca voltar de férias. "Certamente será um lugar ao sol, mas não tanto sol quanto ele tinha no Rio", disse, descartando praticamente a possibilidade de Fiocca ser indicado para Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que fica no Rio de Janeiro.

O cargo mais provável é para secretário do Tesouro Nacional, já que Tarcísio Godoy vem exercendo a função interinamente, desde o final do ano passado.

PAC

Mantega informou hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva está satisfeito com o balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo o ministro, o balanço é uma avaliação muito positiva, levando em consideração que o governo está começando o ano orçamentário. "Está indo muito bem, do ponto de vista macroeconômico e do ponto de vista da infra-estrutura", avaliou.

Ele disse que o que ainda preocupa o presidente são os problemas na obtenção da licença ambiental para a conclusão das obras. Mantega disse, no entanto, que não são problemas indissolúveis e que o governo tem enfrentado rapidamente.