O ex-jogador Armando Diego Maradona se envolveu em nova confusão. Desta vez foi no Club Meditterranée de Bora Bora, na Polinésia Francesa. O argentino – que em dezembro chegou a ser detido pela Polícia Federal no aeroporto de Cumbica, em São Paulo por desacato – é agora acusado de agredir a ex-miss Bora Bora, Tumata Vaimarae.

Os problemas começaram quando Maradona foi informado que sua filha, Gianina, teria sido ofendida por Tumata Vaimarea. Irritado, o argentino teria atirado um copo contra a ex-miss, que sofreu um corte na cabeça e teve de levar oito pontos. O indicente ocorreu no final de semana, mas só foi divulgado nesta terça-feira.

Maradona está em Bora Bora já há 15 dias, em férias. Além de Gianina, o argentino está acompanhado de uma sobrinha e uma amiga desta última. Se a ex-miss mantiver a denúncia, Maradona poderá ser condenado a três anos de prisão