Foto por: Lluis Gene

O treinador espanhol Vicente del Bosque respondeu às críticas feitas pelo técnico argentino Diego Maradona sobre a Fúria, neste domingo em uma entrevista coletiva à imprensa em Potchestroom, classificando-o como “um cara legal, mas um pouco pesado”.

“(Maradona) é um cara muito legal. Em algumas coisas, um pouco pesado, e digo isso sem nenhuma rispidez. Tenho muito apreço por ele e defendeu seu país da melhor maneira possível”, ressaltou Del Bosque.

O treinador espanhol, que levou a sua equipe às semifinais da Copa, respondeu dessa forma a várias declarações do argentino pouco amistosas em relação à Espanha.

Os ataques mais fortes de Maradona contra a Fúria foram feitos depois da vitória da Espanha sobre Portugal pelas oitavas de final (1-0).

“Apitaram tudo a favor da Espanha contra Portugal. A arbitragem foi horrível. O gol (de David Villa contra os lusitanos) estava em impedimento e foi desmerecida a expulsão de Ricardo Costa”, havia dito Maradona, após a vitória espanhola nas oitavas sobre seu vizinho ibérico.

“Baldassi (árbitro argentino da partida) não deixou que os portugueses se aproximassem do gol adversário. Cada bola dividida ficava com a Espanha. Não deixava os portugueses em paz”, disse Maradona.

“Dizem que o gol de (Carlos) Tevez foi em impedimento, mas o de Villa foi um impedimento tão grande quanto este Mundial. O juiz de linha era Andrea Bocelli (cantor cego). Baldassi é meu amigo, mas a arbitragem foi horrível”, afirmara Maradona, antes de sua equipe ser eliminada nas quartas.