O líder da classificação geral das motos, Marc Coma, abandonou o Rally Dakar faltando duas etapas para o final da prova. O espanhol se perdeu no início da especial de hoje e fazia um traçado paralelo quando sofreu uma queda e foi resgatado pelo helicóptero médico da prova.

Coma se perdeu no quilômetro 35 e estava a cerca de seis quilômetros do traçado ideal. Ele não corre risco de morte, mas foi removido de helicóptero do local do acidente. Com isso o francês Cyril Després tem tudo para assumir a ponta do Dakar.

O espanhol será melhor examinado no acampamento em Tambacounda, no Senegal, local de encerramento da 13.ª etapa do rali. Aliás, seu compatriota Isidre Esteve Pujol também sofreu uma queda que destruiu sua moto. O piloto passa bem mas também teve de abandonar a competição.