A ministra do Turismo, Marta Suplicy, disse neste sábado (19) em Ribeirão Preto, em evento da Federação de Convention & Visitors Bureaux do Estado de São Paulo, que o setor já começa a sentir os efeitos da queda do dólar nos últimos dias.

A ministra, entretanto, afirmou que prefere gastar suas energias para buscar soluções alternativas e mais competitivas, em vez de ficar reclamando do valor baixo do dólar, que alavanca as viagens internacionais, mas inibe a chegada de turistas estrangeiros.

"Ele (dólar) é flutuante no País e pode até descer mais", explicou Marta, acrescentando que a pasta está fazendo estudos para que o Brasil receba mais dinheiro e mais turistas do exterior.

Marta não citou números, mas disse que, em 14 de junho, o Plano Nacional do Turismo, para o período de 2007 a 2010, será lançado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo ela, o plano foi realizado com base em várias pesquisas. A ministra Marta Suplicy adiantou ainda que será lançado, em agosto, um programa de crédito consignado voltado para o turismo do idoso.