Foto por: Juan Mabromata

O técnico argentino do Paraguai, Gerardo Martino, afirmou neste domingo que a chave da partida contra a Itália estará nos pés dos atacantes, após reconhecer que ambos os times têm uma tradição defensiva, na véspera de sua estreia na Copa.

“Da Itália, não há muito para dizer. É a última campeã do mundo”, afirmou o técnico em uma coletiva de imprensa um dia antes de sua estreia, no estádio Green Point da Cidade do Cabo pelo Grupo F da competição.

“Sem dúvidas, é uma das candidatas de sempre para ganhar a Copa do Mundo”, afirmou, antes de se referir à tradição defensiva das duas equipes.

“A Itália, tradicionalmente, é uma seleção que tem bons zagueiros e que tem trabalhado bem em conjunto a nível defensivo. O Paraguai também”, disse. “Provavelmente, nos pés dos atacantes será vista a vulnerabilidade de uma e de outra (equipe)”, acrescentou.

Mas também desejou que seus jogadores não precisem permanecer protegendo o gol. “Se isto acontecer, será porque a Itália nos obrigou”, explicou.

Itália e Paraguai estão no Grupo F da Copa, junto com Eslováquia e Nova Zelândia.