O ministro da Educação, Cristovam Buarque e o representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), Jorge Werthein, assinam amanhã, 20, às 15h, no Salão Negro do Congresso Nacional, acordo de cooperação que prevê investimentos de US$ 200 mil em projetos de alfabetização.

A assinatura do acordo será em solenidade onde  a Unesco lança, no Brasil, a Década das Nações Unidas para a Alfabetização. Além do MEC, a parceria com o organismo internacional envolve a Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara dos Deputados, a Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia, Comunicação e Esporte do Senado Federal e o Grupo de Parlamentares Amigos da Unesco.

Anunciada mundialmente em 13 de fevereiro, em Nova Iorque, com a presença do ministro Cristovam Buarque, a Década das Nações Unidas para a Alfabetização foi apresentada pelo diretor-geral da Unesco, Koichiro Matssura, na 56ª sessão da Assembléia Geral da ONU, em 2001. A iniciativa, segundo Werthein, expressa a vontade coletiva da comunidade internacional de reduzir os índices de analfabetismo no mundo. No Brasil, o lançamento coincide com o compromisso histórico assumido pelo governo de erradicar o analfabetismo até 2006.