O Ministério da Educação e a Fundação Victor Civita (FVC) assinaram na manhã de hoje um acordo de cooperação técnica. Pelo acordo, o ministério poderá utilizar o material didático produzido pela entidade nos cursos de capacitação e atualização de professores de ensino básico e fundamental.

Segundo o ministro da Educação, Tarso Genro, a parceria representa o início de uma revolução na qualidade do ensino. Para Genro, é importante contar com a participação de instituições da sociedade civil porque o Estado não pode “cuidar de tudo”. ?Não há nenhuma possibilidade de fazer uma revolução de qualidade no ensino, se o MEC não estabelecer laços fortes com instituições não-governamentais, fundações, ONGs, instituições da sociedade civil. Não só pela imensidade do território brasileiro, como também porque o estado não pode se ocupar de tudo e não pode depreciar a colaboração que instituições dessa natureza podem dar?.

Segundo o presidente da Fundação Victor Civita, Roberto Civita, o material utilizado pelo ministério será cedido gratuitamente ou a preço de custo. ?Antes, não existia oficialmente a possibilidade de o MEC utilizar a Fundação e recomendar e submeter materiais para avaliação. Estamos à disposição do ministério para o que pudermos fazer para ajudar. Quando houver gasto, será a preço de custo. O menor custo possível, quando não for de graça?, disse.