A média diária das exportações brasileiras na primeira semana de janeiro de 2007 registrou crescimento de 20% em relação à média diária de janeiro de 2006 (US$ 421,4 milhões). As vendas de semimanufaturados subiram 58,2%, por conta de catodos de cobre, açúcar em bruto, alumínio em bruto, couros e peles, ferro-ligas e ferro fundido.

Os embarques de produtos básicos aumentaram 14,8% no mesmo período de comparação, principalmente, de milho em grão, minério de ferro, fumo em folhas, carne bovina, soja em grão, farelo de soja e café em grão.

Os manufaturados tiveram alta 14,4%, em razão de suco de laranja congelado, álcool etílico, polímeros plásticos, tubos de ferro fundido, aparelhos transmissores e receptores, fio-máquina de ferro e aço, açúcar refinado e calçados.

Nas importações, a média diária na primeira semana de janeiro de 2007, de US$ 351,5 milhões, ficou 19,9% acima da média de janeiro de 2006 (US$ 293,2 milhões).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, aumentaram as importações com adubos e fertilizantes (81,2%), farmacêuticos (64,6%), siderúrgicos (47,7%), plásticos e obras (31,0%), químicos orgânicos e inorgânicos (22,8%), borracha e obras (16,7%) e automóveis e partes (12,7%).

Na primeira semana de janeiro, com quatro dias úteis, a balança comercial registrou superávit de US$ 617 milhões, resultado de exportações no valor de US$ 2,023 bilhões e importações de US$ 1 406 bilhão.