A família e os amigos de Charles Bronson estão se reunindo em torno do ator, depois que médicos confirmaram que o ator da série “Desejo de matar” tem apenas mais alguns dias de vida. Bronson, de 81 anos, vem lutando contra o Mal de Alzheimer há dois anos e sofreu uma crise de insuficiência renal no início do mês. Os médicos alertaram aos familiares do ator que se preparem para o pior e comecem a se despedir.

Um deles conversou com o tablóide inglês “The Sun”: “Alzheimer é um horror. Ele não lembra que foi ator, que dirá um astro”. Kim, a mulher de Bronson, vai levar o marido para morrer em casa, como ele mesmo havia pedido. “A mulher de Charlie prometeu a ele que honraria seu desejo de morrer com dignidade”, acrescentou um amigo.

Em quase 40 anos de carreira, Bronson foi dirigido por lendas da sétima arte como Sergio Leone, estrelando em filmes como “Era uma vez no oeste”, “Os doze condenados” e “Sete homens e um destino”, e em meados da década 60, na fase áurea do western, era um dos atores mais bem pagos de Hollywood. (Com informações do Correio Web)