?Eu estou balançado. Ganhar este título paulista me faz sim pensar em ficar no Brasil. Vou esperar acabar a Libertadores e conversar com o presidente Marcelo Teixeira. Aí, vou definir a minha vida. Agora eu quero é comemorar.

O meia, no entanto, sabe que ainda pode ajudar a conquistar outro título: o da Libertadores. ?A vida continua. Nós temos de vencer o Caracas e seguir na Libertadores. Nosso time está feliz hoje, mas precisamos nos concentrar para seguir nessa competição sul-americana que o clube tanto almeja conquistar de novo.

Zé Roberto tem uma proposta milionária do futebol grego. O Santos não tem condição financeira de competir. Só o lado emocional de uma eventual conquista da Copa Libertadores pode mudar o roteiro da vida do menino de 33 anos.

?O que está acontecendo comigo no Santos está mudando várias convicções que eu tinha?, antecipava para a torcida que deseja a permanência do craque.