O líder do governo no Senado, senador Aloizio Mercadante (PT-SP), reconheceu há pouco que o depoimento do publicitário Duda Mendonça "afeta profundamente todo o partido" dos Trabalhadores. "Porque nós nunca fomos informados destes custos de campanha", afirmou. Mercadante declarou que " seguramente os dirigentes que cometeram estes atos vão ser afastados com urgência". E completou: "Não vejo outra solução".

Sobre a possibilidade de impeachment do presidente, Mercadante disse que acha uma medida improcedente porque não há qualquer caracterização de crime do presidente. "Há sim uma série de práticas ilegais, irresponsáveis como crime financeiro, crime fiscal, lavagem de dinheiro de todos os envolvidos mas, seguramente o presidente não tem qualquer responsabilidade e não pode pagar um preço pelos dirigentes do partido que traíram sua confiança".