Mesmo em greve desde o dia 19, os técnicos da Receita Federal farão, nesta terça-feira, no Espaço Mário Covas da Câmara dos Deputados, o pré-lançamento da campanha Original, Escolha a Garantia, em articulação com o Conselho Nacional de Combate à Pirataria, do Ministério da Justiça.

A informação é do presidente do Sindicato Nacional dos Técnicos da Receita Federal (Sindireceita), Paulo Antenor de Oliveira, adiantando que o lançamento da campanha, em nível nacional, está previsto para novembro e terá como enfoque a conscientização do cidadão sobre os problemas gerados pela pirataria e pelo contrabando.

Oliveira lembrou que de janeiro a julho deste ano a Receita apreendeu produtos piratas e contrabandeados no valor de R$ 290 milhões ? R$ 90 milhões a mais que em igual período do ano passado. A apreensão é resultado direto do aumento de fiscalização e da entrada em operação das equipes da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho (Direp).

A campanha a ser lançada amanhã terá caráter educativo. A intenção, explicou o dirigente sindical, é mostrar os riscos envolvidos na compra de produtos pirateados e, ao mesmo tempo, divulgar os benefícios gerados pela escolha do produto original.

"Queremos ampliar o debate sobre a pirataria e revelar que, por trás de cada produto desses, muitas vezes existem quadrilhas organizadas que utilizam a pirataria e o contrabando para financiar outras práticas criminosas de maior gravidade, como tráfico de drogas e armas", enfatizou.