Os metalúrgicos do Paraná aprovaram por unanimidade a proposta do sindicato patronal (Sinfavea) para a campanha salarial 2004 das montadoras. Com isso, a categoria descarta qualquer possibilidade de greve no estado.

O reajuste dos salários será de 10,9% para todos os trabalhadores com salário de até R$ 6.000, sendo 6,64% de reposição da inflação e 4% de aumento real nos salários. Acima desse teto, o aumento será de R$ 654, fixos.

Segundo o presidente do sindicato, Sérgio Butka, o valor do piso salarial da categoria será de R$ 950, mantendo as condições mais favoráveis. Como na Volkswagen, que será de R$ 995. Após um ano de admissão, os trabalhadores recebem R$ 998, de piso.

Os acordos foram assinados na última semana, após assembléias realizadas em portas de fábricas, com os metalúrgicos da Volvo, Renault e Audi-Volkswagen.