O mexilhão dourado (Limnoperma fortunei), originário do sudeste asiático, está preocupando autoridades da Itaipu Nacional, ao ponto de a invasão do molusco ser tema do 1.º Encontro Sul-Americano de Integração de Ações para Controle do Mexilhão Dourado, que acontece hoje no Centro de Recepção de Visitantes da margem paraguaia da Itaipu Binacional. O evento reunirá especialistas do Brasil, Argentina e Paraguai, ligados à empresas de eletricidade, saneamento e entidades ambientais, entre outras. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)