São Paulo – O presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), disse que pode ser candidato a presidente da República, caso o partido leve-o nessa direção. Temer afirmou que tem sido cobrado por diversos membros da legenda para que se candidate nas eleições deste ano.

No entanto, ele comprometeu-se a coordenar a estratégia eleitoral peemedebista. "Se me perguntarem se eu gostaria de ser presidente, é claro que eu gostaria. Mas, como sou coordenador desse processo, eu só poderia me colocar nessa posição se as coisas caminhassem nesse sentido", disse.

Temer insistiu, entretanto, que, em momento algum, se porá numa posição de disputa com pré-candidatos como o governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB), e o secretário de Governo e Coordenação do Estado do Rio, Anthony Garotinho.