O presidente do PSB, deputado federal Miguel Arraes, foi submetido ontem à quarta sessão de hemodiálise desde sábado. O partido afirmou que o tratamento é necessário em razão de uma hemorragia no pulmão esquerdo de Arraes, detectada na última sexta-feira. Os médicos disseram que o sangramento de uma artéria do pulmão, já contornado por meio de uma pequena incisão cirúrgica, foi o momento mais crítico vivido pelo político de 88 anos.

Arraes continua respirando com auxílio de aparelhos, mantendo a pressão arterial regulada com medicamentos e se alimentando por meio de sonda. Miguel Arraes está internado há 48 dias no Hospital Esperança, em Recife, onde deu entrada com sintomas de dengue. Posteriormente, os médicos detectaram que ele tinha infecção pulmonar.