Depois de 42 horas de viagem, chegaram hoje à Base Aérea de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, 63 dos 125 militares gaúchos que integraram o último contingente brasileiro nas forças de paz das Nações Unidas (ONU), que ajudaram a reconstruir o Timor Leste.

Os demais integrantes do grupo, que deixaram ontem a capital timorense, Dili, viajando em um Boeing da Força Aérea Brasileira (FAB), chegam a Canoas na madrugada de amanhã (25).

Com a retirada das forças de paz da ONU do Timor Leste, o Brasil e mais 12 países encerram a ajuda de seis anos ao país, que foi devastado pela Indonésia entre 1975 e 1999, quando o país tornou-se independente. Mais de 200 mil pessoas foram mortas na guerra civil.

Os soldados gaúchos, que representaram o Brasil nos últimos seis meses da operação, integram o 3º Batalhão de Polícia do Exécito de Porto Alegre e o 29º Batalhão de Infantaria Blindado de Santa Maria, na região central do estado.