O volante Mineiro, do São Paulo, convocado hoje pelo técnico Carlos Alberto Parreira para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo, começou tarde sua até agora curta carreira na equipe.

No mandato de Parreira, Mineiro só jogou uma partida: a vitória por 3 a 0 sobre a Guatemala, que marcou a despedida de Romário, em 27 de abril do ano passado. Naquele jogo, que contou apenas com atletas que atuam no país, ele atuou durante os 90 minutos.

Antes, ele já havia disputado uma partida pela seleção, em 25 de abril de 2001, contra o Peru, pelas Eliminatórias. Convocado pelo técnico Emerson Leão, quando ainda jogava pela Ponte Preta, já com 25 anos, ele entrou aos 34 minutos do segundo tempo no lugar de Ricardinho, mas não conseguiu ajudar a seleção a sair de um empate por 1 a 1.

Carlos Luciano da Silva, o Mineiro, tem 30 anos. Gaúcho de Porto Alegre, nasceu em 2 de agosto de 1975, e seu primeiro clube profissional foi o Rio Branco, de Americana. De lá, passou pelo Guarani e chegou à Ponte Preta em 1998. Jogou pelo clube campineiro até o fim de 2002, quando se transferiu para o São Caetano.

No começo do ano passado, por indicação de Leão, foi contratado pelo São Paulo. Ganhou fama por formar uma sólida dupla de volantes com Josué, e se consagrou definitivamente ao marcar o gol do título do Mundial de Clubes, diante do Liverpool. Também em 2005, foi indicado pela CBF para a seleção do Campeonato Brasileiro, mas perdeu o prêmio de melhor volante para Marcelo Mattos, do Corinthians.

Mineiro vai disputar a Copa do Mundo pela primeira vez

O volante Mineiro, convocado por Carlos Alberto Parreira para o lugar de Edmilson, iria acompanhar a Copa do Mundo em Porto Alegre. A esposa do jogador, Daiane da Silva, revelou que ele já tinha até comprado as passagens.

"Nós íamos ver o Mundial em Porto Alegre. Tínhamos até passagem comprada. Agora a viagem será para a Alemanha. Estou muito feliz", falou Daiane, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Mineiro está concentrado com a equipe do São Paulo para o jogo pelo Campeonato Brasileiro, contra o Fluminense. O jogador só deve falar sobre sua convocação pela noite. O volante está escalado para a partida e só deve embarcar para a Alemanha na quinta-feira.

Apesar da felicidade pela convocação, a esposa de Mineiro se mostrou solidária a Edmilson. "A gente sabe que deve ser muito difícil, mas espero que ele se recupere", contou Daiane.

O Brasil está treinando em Weggis, na Suíça, e realiza no dia 4 de junho um amistoso contra a Nova Zelândia, o último antes da Copa do Mundo.