O Ministério da Cultura comemora nesta terça-feira 20 anos de criação com o
Seminário Cultura e Desenvolvimento, a se realizar durante todo o dia. O
encontro será aberto às 10 horas, com a presença do ministro Gilberto Gil, do
secretário-executivo Juca Ferreira e de ex-ministros da Cultura. A programação
inclui a exibição, às 17h50, do longa-metragem Cafundó, de Paulo Betti e Clóvis
Bueno.

Está confirmada a presença dos ex-ministros da Cultura José
Aparecido de Oliveira, Aluísio Pimenta, Hugo Napoleão, Ipojuca Pontes, Sérgio
Paulo Rouanet, José Jerônimo Moscardo e Luiz Roberto Nascimento Silva. Cada um
fará uma conferência no período da tarde. O ministro Gilberto Gil também falará.

Além de ex-titulares da Pasta, participarão do encontro o secretário
especial do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Jaques Wagner, e os
presidentes da Comissão de Educação e Cultura da Câmara e do Senado,
respectivamente, Paulo Delgado e Hélio Costa.

Na programação da manhã,
consta o lançamento, às 11h15, do Programa Cultura Viva 2005, pelo secretário de
Programas e Projetos Culturais, Célio Turino. Às 11h40, o secretário de Fomento
e Incentivo à Cultura, Sérgio Xavier, fará um balanço do Programa Nacional de
Incentivo à Cultura.

O Ministério da Cultura foi criado pelo Decreto nº
91.144, de 15 de março de 1985.