O Ministério da Saúde investirá R$ 300 milhões até o final do ano na criação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) nos municípios e regiões de maior concentração populacional. A verba será usada para a compra de ambulâncias suporte básico e suporte avançado para as Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) para atender cerca de 118 milhões de habitantes em 1.700 municípios. Atualmente quase 20 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo serviço.

Hoje a cidade de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, passa a integrar a rede nacional do serviço. Contará com investimentos de R$ 84 mil. Esse valor representa 50% do custo estimado. O restante virá do convênio entre a Secretaria Estadual de Saúde e o próprio município.

A cidade já possui três unidades de suporte básico e apenas uma de suporte avançado. O governo federal irá comprar novas ambulâncias, além de realizar a reforma e a ampliação da central de regulação, modernizando a assistência prestada à população.