Quem quiser conhecer com detalhes os conceitos, padrões e modelos internacionais da TV digital e acompanhar o desenvolvimento do Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD), já pode acessar o site da TV digital no portal do Ministério das Comunicações e do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD). O site foi lançado hoje pelo Ministério das Comunicações.

O SBTVD foi criado em novembro de 2003 para estimular e unificar as pesquisas de desenvolvimento de uma tecnologia nacional de TV digital. O modelo de referência da TV digital brasileira deve ser apresentado pelos consórcios de pesquisa em março de 2005 e a expectativa é que o sistema entre em atividade em meados de 2006.

O estudo para a implantação do sistema no país começou em 1994 e ganhou força a partir de 1998, quando a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) passou a estimular os testes de laboratório e de campo dos três sistemas digitais terrestres de radiodifusão existentes no mundo: o americano (ATSC), o europeu (DVB-T) e o japonês (ISDB-T).

A escolha do sistema que será utilizado é apenas o primeiro passo do processo de digitalização da televisão brasileira. Na prática, a implantação de todas as etapas – transmissão, produção, distribuição e recepção – envolvendo emissoras, produtoras e fabricantes de equipamentos deve demorar de dez a 15 anos. Durante esse período, as transmissões digital e analógica funcionarão juntas, como ainda acontece com a telefonia analógica e digital.

Segundo o pesquisador Ricardo Benetton (do CPqD), a transição do sistema de transmissão analógico para o digital não é apenas uma evolução tecnológica, mas uma nova plataforma de comunicação capaz de oferecer dezenas de benefícios aos usuários e incrementar o processo de inclusão digital no país.