O Ministério Público do Paraná (MP-PR) ofereceu denúncia criminal contra Cassiane Aparecida Araújo Aires, a motorista que teria teria batido contra um motociclista no Rebouças, em Curitiba, no dia 12 de junho. A informação foi divulgada no final da tarde desta sexta-feira (09) pela defesa de Cassiane.

Em nota, o advogado da acusada disse que o “oferecimento da denúncia é consequência natural da marcha processual e que a ausência do dolo eventual será debatida no curso do processo”.

LEIA TAMBÉM:

>> MP denuncia ex-marido e amigo por morte brutal de Ana Paula Campestrini

>> “Foi um milagre”, conta mãe de criança que teve traumatismo craniano após cair de atração no Beto Carrero

Cassiane Aires atravessou de carro a canaleta da Avenida Sete de Setembro, no cruzamento da Rua Nunes Machado, na madrugada do dia 12 de junho. Em alta velocidade, ela atingiu o motoboy Mozart Martins, de 32 anos, e fugiu sem prestar socorro.

Imagens de câmeras de segurança flagraram Cassiane fugindo do local. Ela teve a prisão preventiva decretada no dia 16 de junho, mas só se apresentou à polícia um dia depois alegando estar emocionalmente abalada com a situação. Após seis dias presa na detenção da Delegacia de Delitos de Trânsito, Cassiane ofereceu seu carro como fiança e foi solta.

Motoboy passou 10 dias internado

Mozart Martins, 32 anos, passou 10 dias internado no Hospital Cajuru, em Curitiba. Ele teve diversos ferimentos pelo corpo. Assim que chegou ao hospital, ele passou por duas cirurgias. De acordo com a esposa dele, em entrevista ao jornal Meio Dia Paraná, Mozart quebrou o pé esquerdo, está com três fraturas no fêmur, duas fraturas no cotovelo, duas clavículas fraturadas, a escapula esquerda quebrada, o osso esterno quebrado, além de duas lesões na coluna.