O ministro da Cultura, Gilberto Gil, está reunido com o secretário nacional de Combate ao Racismo do Partido dos Trabalhadores, Márcio Chagas, para conversar sobre a viabilidade de criação da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, proposta pela equipe de transição do governo, e para definir políticas públicas capazes de combater o problema da discriminação racial no país. Segundo o secretário, trata-se de uma fase de articulação para a implementação do programa Brasil sem Racismo, apresentado durante a campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Márcio Chagas disse que Ministério da Saúde, do Trabalho e da Segurança Alimentar já foram visitados. Sobre a Pasta da Cultura, Márcio Chagas enfatizou que a intenção é incorporar efetivamente o contingente africano na sociedade brasileira. “Este país de dimensões mútliplas, inclusive raciais, deve incorporar efetivamente o contingente africano como um dos proporcionadores da identidade nacional”, afirmou.