O quarto levantamento da estimativa da colheita da próxima safra brasileira de grãos será divulgada amanhã, às 11h30, em Brasília, pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, e o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Luiz Carlos Guedes Pinto. Os números vão ser das lavouras de verão e inverno cultivadas nas principais regiões produtoras do país. Neste ano, o Brasil deve bater novo recorde de colheita em toneladas de grãos, podendo chegar próximo as 120 milhões de toneladas.

A expectativa é aumentar a produção na colheita de 2003/2004. Para isto estão sendo tomadas várias medidas, entre elas a antecipação, para o final deste mês, do anúncio do Plano de Safra 2003/2004. Ivan Wedekin, secretário de Política Agrícola, do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, diz que a proposta do governo, que será levada ao Conselho Monetário Nacional nos próximos dias, apresenta a ampliação em 20% e a simplificação do crédito rural para a compra de sementes e fertilizantes, com juros fixos e prazos entre dois e oito anos de pagamento e a revisão dos 18 programas do ministério, principalmente do Programa de Modernização da Frota de Tratores e Implementos Agrícolas (Moderfrota).

Para fazer a estimativa da safra que será divulgada amanhã, 68 técnicos da Conab visitaram 550 municípios e entrevistaram 1.850 profissionais de cooperativas, secretarias de agricultura, órgãos de assistência técnica e extensão rural, sindicalistas, revendedores de insumos e agentes financeiros.

O último levantamento da safra 2002/2003 foi anunciado pelo ministro, no final de fevereiro, e previa uma colheita de 112,3 milhões de toneladas de grãos.