O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Dulci, disse hoje (5) que a população já percebe os "benefícios práticos" da política externa do atual governo. "O Brasil está vendendo mais lá fora. E isso significa que está produzindo mais aqui dentro e está gerando mais emprego. Portanto, a qualidade de vida do cidadão brasileiro está melhorando", destacou Dulci.

Para Dulci, "o Brasil se afirmou de uma maneira soberana, coisa que nem sempre acontecia no passado". Ele disse que o governo brasileiro não trata os demais países de forma arrogante ou de subserviência. "Ele não provoca ninguém, mas também não está agachado perante país nenhum do mundo", destacou. Essa política, segundo o ministro, traz resultados econômicos "práticos" importantes para a vida da população. "Quase todos os estados brasileiros exportam muito e isso garante empregos para milhões de brasileiros", disse.

O ministro destacou que, além de interesses práticos, o atual governo defende "valores morais", respondendo àqueles que criticaram a ida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à África. "O presidente Lula foi à África para que a alma brasileira pudesse se reencontrar com ela mesma, para que pudéssemos recuperar uma parte do nosso rosto", disse.