O ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal (STF), reconheceu, em seu voto, o poder de investigação do Ministério Público Federal. Neste momento, está votando o ministro Carlos Ayres Brito.

O STF julga em plenário o inquérito 1.968 em que o deputado federal licenciado Remy Trinta (PL-MA) é acusado de desvio de dinheiro do Sistema Único de Saúde (SUS). No inquérito, o deputado argumenta que o MP não tem competência para investigar.