Os integrantes da missão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que estão em Foz do Iguaçu desde segunda-feira (21) analisando o Plano de Desenvolvimento do Turismo Integrado Sustentável (PDTIS) da região da Costa Oste, já estão conhecendo os projetos que receberão os investimentos do Programa de Desenvolvimento do Turismo do Sul (Prodetur-Sul). Além do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, o programa vai atender o Mato Grosso do Sul).

Dentre as obras consideradas prioritárias em Foz do Iguaçu estão o Marco das Três Fronteiras, o Centro de Recepção Turística, a reforma na Ponte da Amizade, a revitalização das avenidas Brasil, JK e Jorge Schimmelpfeng, a conclusão do Centro de Convenções e a melhoria do acesso ao Refúgio Biológico de Itaipu.

Os recursos devem ser liberados ainda este ano. A missão permanece em Foz do Iguaçu até esta sexta-feira (25).