Monza (AE) – O piloto colombiano Juan Pablo Montoya (McLaren) levou um susto no final – quando nas últimas voltas teve problemas nos pneus e por pouco não teve a corrida comprometida – mas mesmo assim venceu de ponta a ponta o GP da Itália, disputado neste domingo no circuito de Monza. Esta foi a segunda vitória de Montoya no campeonato, repetindo o desempenho no GP da Inglaterra.

O espanhol Fernando Alonso (Renault) fez uma corrida pragmática. Não se arriscou, contou com problemas do finlandês Kimi Raikkonen e chegou em segundo, ampliando ainda mais sua vantagem na liderança. Com o segundo lugar, chegou a 103 pontos e abre 27 de vantagem sobre Raikkonen, que fechou a prova em quarto. Faltam quatro corridas para o final da temporada. No pódio, além de Montoya e Alonso, apareceu Giancarlo Fisichella, que terminou em terceiro.

O brasileiro melhor colocado foi Antônio Pizzonia, Ele acabou sendo chamado às pressas pela Williams para substituir Nick Heidfeld, largou em 16 e terminou em sétimo. " Foi muito melhor do que eu esperava. Estou com a mãos limpas", disse o brasileiro.

Rubens Barrichello fez uma boa corrida até ter problemas com pneus. Na largada passou Michael Schumacher e chegou a abrir duas posições em relação ao companheiro de equipe. Mas não conseguiu se manter na frente e recebeu a bandeirada apenas na 12 posição. Schumacher foi o décimo.

Felipe Massa foi um pouco melhor e terminou a prova em nono. Na semana que vem será disputado o GP da Bélgica e no dia 25 de setembro acontece o GP Brasil. Dependendo ndo resultado, o Mundial de 2005 poderá ser decidido em Interlagos.