O bebê com duas cabeças e duas colunas vertebrais, que nasceu na terça-feira em Ataléia, no Vale do Mucuri mineiro, faleceu na tarde de hoje. O bebê sofreu uma parada cardíaca em decorrência de insuficiência respiratória. Ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte.

O coordenador pediátrico do HC, José Sabino de Oliveira, disse que o recém-nascido apresentou problemas respiratórios na noite de ontem e vinha respirando por meio de aparelhos. Os médicos também detectaram uma má formação congênita no único coração presente no corpo.

Num caso raro da medicina, o bebê nasceu com um tronco um pouco mais largo do que o normal -, duas cabeças e duas colunas vertebrais. Ele possuía dois estômago, mas os médicos não tinham identificado se havia dois intestinos e nem a quantidade de rins.

O bebê nasceu de operação cesariana, com 3,4 quilos. Uma cirurgia de separação estava praticamente descartada pelos médicos. A mãe, uma adolescente de 14 anos, continua internada no hospital da Associação Proteção à Maternidade e à Infância (Apromia), em Ataléia, a 516 quilômetros da capital mineira. Segundo informações do hospital, ela passa bem.