O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amazonas recebeu nesta quarta-feira (06) o pedido do Ministério Público de cassação do mandato do senador eleito e ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento (PL) por suposta compra de votos durante o período eleitoral deste ano.

Segundo o procurador regional eleitoral do Ministério Público Federal no Amazonas Edmilson Barreiros, uma investigação comprovou que o comitê eleitoral do candidato deu 5 litros de combustível por eleitor para que eles participassem de um comício em Manacapuru, município a 120 quilômetros de Manaus. "Caso o MP ganhe em última instância, mesmo que já tenha sido diplomado, o senador pode ter o mandato cassado", afirmou Barreiros. Após a notificação, o senador terá cinco dias para se defender.