Julie Winnefred Bertrand, a mulher mais velha do mundo, morreu enquanto dormia numa asilo em Montreal, informou nesta sexta-feira (19) a mídia canadense. Ela tinha 115 anos. Bertrand, nascida em 16 de setembro de 1891, na cidade de Coaticook, na província de Quebec foi encontrada morta ontem no asilo onde morou nos últimos 35 anos, contou seu sobrinho, Andre Bertrand, a The Gazette, em Montreal. "Ela simplesmente parou de respirar", disse Andre, 73 anos. "É uma boa maneira de se morrer".

Julie Bertrand tornou-se a mulher mais velha do mundo no mês passado, após a morte de Elizabeth Bolden, nascida no estado americano de Tennessee em 15 de agosto de 1890, segundo o Guinness, o Livro dos Recordes. Não foi imediatamente revelado quem passou a ser a mulher mais velha do mundo. A pessoa mais velha, atualmente, é o porto-riquenho Emiliano Mercado del Toro, nasceu 26 dias antes que Julie Bertrand.