Foto por: John Macdougall

O volante Thomas Müller, autor de um gol na vitória da Alemanha por 3 a 2 sobre o Uruguai, na partida pelo terceiro lugar da Copa do Mundo, mais uma vez deu juventude à seleção alemã, que o consagrou como melhor jogador da partida e certamente o melhor jovem da competição.

O jogador do Bayern de Munique, de 20 anos, abriu caminho para a vitória da seleção de Joachim Low no rebote do goleiro Fernando Muslera, após um forte chute de longa distância (19) de seu companheiro Bastian Schweinsteiger.

Com instinto assassino, não duvidou um segundo em mandar a bola para o fundo das redes.

Com esse gol, o jogador do Bayern, que há pouco mais de um ano jogava na terceira divisão da Alemanha, somou seu quinto gol e subiu ao topo da tabela de artilheiros, ao lado do uruguaio Diego Forlán, do espanhol David Villa e do holandês Wesley Sneijder.

Sempre disposto a abrir o campo de jogo pela direita, de onde enviou alguns chutes que deram trabalho a Muslera, Müller será, muito possivelmente, escolhido o melhor jogador jovem da Copa, após ser indicado para o prêmio ao lado do mexicano Gio dos Santos e do ganense André Ayew.

Ausente no tropeço contra a Espanha nas semifinais (1-0), a volta de Müller deu juventude a uma equipe que começou ganhando mas precisou virar o resultado na partida deste sábado.

Com apenas 20 anos, Thomas Müller conquistou hoje uma medalha de bronze e tudo aponta que ele terá um futuro dourado.