Cinco supostos militantes islâmicos morreram nesta sexta-feira ao serem atingidos por um míssil disparado por um avião teleguiado israelense no norte da Península do Sinai, informaram fontes nos serviços de segurança egípcios.

Moradores de uma área próxima à fronteira do Egito com Israel ouviram uma forte explosão na manhã de hoje. A explosão deixou cinco mortos e destruiu o que seria um lançador de foguetes.

As fontes egípcias afirmaram que o ataque foi fruto de cooperação entre as Forças Armadas do Egito e de Israel. O exército israelense estava “averiguando” a informação.

Ontem, as Forças Armadas de Israel ordenaram o fechamento preventivo do aeroporto de Eilat, na costa do Mar Vermelho, depois de autoridades egípcias terem advertido sobre a possibilidade de disparos contra a instalação. Fonte: Associated Press.