Estudo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que 92% da população mundial respira ar poluído. Entre as principais fontes de poluição do ar envolvem modelos ineficazes de transporte, queima de combustível, de resíduos, centros elétricos e atividades de indústrias.

Para Maria Neira, diretora do Departamento de Saúde Pública da OMS, é necessário de forma urgente a adoção de medidas para se enfrentar a contaminação do ar. “Existem soluções como o transporte sustentável nas cidades, bem como a gestão dos rejeitos e a utilização de combustíveis limpos”, disse.

Dados

Os dados foram coletados de medições feitas via satélite, modelos de transporte aéreo e de monitores de estações terrestres em mais de 3 mil situações de áreas urbanas e rurais em 103 países.  Os principais poluentes são as micropartículas de sulfato, nitrato e fuligem.