O advogado da família de Lais Santiago Almeida Santos, 21, afirmou que já solicitou ao Consulado Geral do Brasil em Roma as imagens que teriam registrado a jovem pulando do navio em que era camareira na costa da Itália. A garota estava desaparecida desde a última sexta-feira. O Itamaraty afirmou ontem que a Capitania dos Portos de Catania comunicou ao Consulado Geral do Brasil em Roma que as câmeras do navio Costa Magica registraram imagens da jovem subindo ao convés e se atirando ao mar após minutos de hesitação, às 2h de sábado.

Segundo o advogado Vicente Cascione, foi enviado ontem ao consulado um pedido por e-mail solicitando que o órgão peça aos autoridades italianas as imagens -inclusive as que antecedem a queda-, cópias dos depoimentos prestados, informações se Lais recebeu algum atendimento médico antes, além de contatos das pessoas próximas a jovem no navio. Ele afirmou que a garota entrou em contato com a mãe, que está doente, no último dia 23 e afirmou que não cumpriria o contrato firmado com o cruzeiro, reclamou das condições de trabalho e disse que retornaria ao Brasil no dia 28. A mãe não notou alterações na jovem, segundo ele.

O desaparecimento da brasileira havia sido relatado pelo namorado dela, que disse não ter encontrado a jovem na cabine que dividiam. O navio, que possui 1.358 camarotes, estava atracado em Catania e foi inspecionado na tentativa de localizar a brasileira.