Um funcionário da Agência de Imigração e Aduanas dos EUA morreu depois de ser atacado a tiros nesta terça-feira por desconhecidos em uma estrada no México. O outro agente americano ficou ferido, confirmaram as autoridades de ambos os países. O ataque ocorreu por volta das 15 horas locais (perto das 11 horas em Brasília), na principal estrada que liga o norte ao sul do País, no Estado de San Luis Potosí, a cerca de 320 quilômetros ao norte da Cidade do México, disse um porta-voz da Secretaria de Segurança Pública estatal.

Um dos agentes morreu em virtude dos vários ferimentos. Já o segundo funcionário recebeu disparos no braço e na perna e se encontra com um quadro estável”, informou a Secretária de Segurança Nacional dos EUA, Janet Napolitano. Os dois agentes do Serviço de Imigração e Aduanas, vinculados ao escritório da Cidade do México, realizavam uma viagem oficial. A violência relacionada ao narcotráfico tem aumentado, especialmente ao norte do país, desde que o presidente Felipe Calderón lançou uma campanha contra o crime organizado ao assumir o cargo no final de 2006.

Em março do ano passado, três americanos e um mexicano, vinculados ao consulado dos EUA na fronteiriça Ciudad Juárez, foram assassinados. Os EUA apoiam com recursos e treinamento ao México em seu combate aos cartéis de drogas. As informações são da Associated Press.