O aiatolá Ali Khamenei, do Irã, alertou nesta sexta-feira que a crise política no Egito pode levar a uma guerra civil. “Nós estamos preocupados sobre o que está acontecendo no Egito”, disse o aiatolá em comentários transmitidos pela emissora estatal de televisão durante seu discurso sobre o feriado de Eid al-Fitr.

“A especulação de uma guerra civil está ganhando força a cada dia”, disse Khamenei. “Isso seria um desastre, com consequências terríveis.”

“O que vai parar a guerra civil se, Deus nos livre, isso acontecer?” , perguntou a autoridade. Os comentários de Khamenei foram feitos um dia depois do governo provisório do Egito dizer que as iniciativas ocidentais e árabes para resolver o impasse político no país tinham fracassado.

Mais de 250 pessoas foram mortas desde a deposição do presidente Mohamed Morsi pelos militares em 3 de julho.

Khamenei também advertiu contra a interferência estrangeira no Egito. “Nada além de danos para o povo egípcio virá a partir da interferência de potências estrangeiras”.

O líder supremo do Irã condenou veementemente a violência política no Egito, e pediu que os seus partidos políticos e religiosos aprendam com as lições da Síria.

Fonte: Dow Jones Newswires.