Moscou, 10/05/2015 – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, aproveitou uma visita a Moscou neste fim de semana para pedir que a Rússia aumente a pressão contra os rebeldes ucranianos, que nas últimas semanas têm desrespeitado um acordo de cessar-fogo.

Falando ao lado do presidente russo, Vladimir Putin, Merkel disse que a criação de grupos de negociação para discutir uma solução duradoura para o conflito fornece um “brilho de esperança”, mas afirmou que falta progresso em outras frentes.

O governo da Ucrânia diz que mais de 8 mil pessoas morreram no conflito, que começou em abril do ano passado. Merkel foi a única líder europeia de peso a visitar a Rússia neste fim de semana, para marcar o aniversário de 70 anos da rendição do exército nazista. Neste domingo, ela depositou uma coroa de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido. Fonte: Associated Press.