A ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen, afirmou que Berlim irá retirar as cerca de 250 tropas situadas na Turquia quando encerrar a missão de defesa aérea ao país, no próximo ano.

Os soldados estão operando baterias de mísseis Patriot perto da fronteira com a Síria, como parte da missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) junto com tropas dos Estados Unidos e Holanda.

Em um comunicado, Von der Leyen disse que a missão aérea não será renovada porque o principal ameaça na região vem do grupo Estado Islâmico, que não possui artilharia de mísseis. A missão termina em 31 de janeiro de 2016.

Ela afirmou ainda que a Alemanha está empenhada em ajudar a estabilizar a região e

vai continuar a treinar e apoiar as forças de segurança curdas e iraquianas em Erbil, no Iraque. Fonte: Associated Press.