Aliados dos Estados Unidos na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ofereceram mais 7.000 soldados para combater a insurgência liderada pela milícia fundamentalista islâmica Taleban no Afeganistão, anunciou hoje em Bruxelas o secretário-geral da entidade, Anders Fogh Rasmussen.

“Pelo menos 25 países enviarão mais forças para a missão (no Afeganistão) em 2010”, declarou Rasmussen, depois de presidir uma reunião de chanceleres da Otan em Bruxelas. “Eles ofereceram cerca de 7.000 soldados, e mais podem vir”, disse, em tom otimista.

Na noite de terça-feira, o presidente dos EUA, Barack Obama, apresentou uma nova estratégia para a guerra no Afeganistão por meio da qual determinou o envio de mais 30.000 soldados norte-americanos ao país asiático. Na ocasião, Obama disse esperar que os exércitos aliados também comprometessem mais tropas. As informações são da Dow Jones.