O presidente da Alemanha, Horst Koehler, romperá uma tradição de anos e não irá comparecer à cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, assim como outros funcionários do alto escalão do governo.

A chanceler Angela Merkel e o vice-ministro das Relações Exteriores, Frank Walter Steinmeier, também não irão ao evento no dia 8 de agosto, disseram fontes oficiais.

Um porta-voz de Koehler também informou que o presidente não poderia comparecer à abertura das Paraolimpíadas.

Tanto em Atenas 2004 quanto em Sydney 2000, os mandatários alemães estiveram presentes nas cerimônias de abertura.