Um estudante abriu fogo em uma escola privada de Monterrey, no norte do México, e feriu gravemente uma professora e três companheiros, antes de disparar em si mesmo. O autor do ataque morreu depois no hospital, disse o governador de Nuevo León, Jaime Rodríguez.

Os fatos ocorridos nesta quarta-feira foram registrados em um vídeo. Aparentemente registrado pela câmera de segurança da escola, ele mostra uma professora que distribui materiais enquanto os alunos estão sentados em suas cadeiras. Nesse momento, um garoto dispara com uma pistola e alcança um companheiro diante dele, que imediatamente cai no chão.

Após disparar contra a professora, que olhava para outro lado, ela cai. O menino se levanta de seu lugar e caminha pela sala, enquanto dispara contra companheiros antes de apontar a pistola para a própria cabeça. Aparentemente ele erra o tiro contra si e acaba a munição. Ele pega então a mochila, talvez para carregar a arma, enquanto os colegas se encolhem de medo em suas mesas. Parece dizer algo aos sobreviventes, que correm para a porta, e então dispara contra a própria cabeça e cai.

Porta-voz de Segurança em Nuevo León, Aldo Fasci disse que o vídeo da escola mostrou o aluno disparar na professora de 24 anos, em dois alunos de 14 na cabeça e em outro de 15, no braço. O funcionário disse que o autor dos disparos estava em tratamento por depressão, mas que os motivos do ataque são investigados.

O México já teve um programa para revistar mochilas nas entradas das escolas, mas em muitos lugares esse hábito caiu em desuso. “Por algo se revistavam as mochilas”, disse Fasci. “Creio que teremos de voltar a fazer isso.” Fonte: Associated Press.