Ao menos 20 pessoas foram presas nos Estados Unidos depois de ocorrências de violência no sábado entre grupos de apoiadores e opositores do presidente Donald Trump. Ambos os grupos promoviam protestos na cidade de Berkeley, na Califórnia.

Cerca de 200 pessoas estavam no parque Martin Luther King Jr, em Berkeley, quando diversas brigas começaram a ocorrer. Dezenas de policiais próximos rapidamente prenderam um homem. Outros foram presos após diversos confrontos.

Apoiadores de Trump anunciaram no começo da semana que iriam promover um “Dia Patriótico” no parque, o qual incluiria discursos por partes de membros do alt-right, um movimento que usa memes de internet e mensagens em redes sociais para espalhar crenças racistas, anti-semitas, misóginas e xenófobas. Opositores então disseram que promoveriam um protesto no mesmo local.

A polícia montou uma barreira com obstáculos de plástico para separar os dois lados, mas ela logo foi destruída enquanto manifestantes socavam e chutavam uns aos outros.

Depois que a barreira foi recolocada, os manifestantes gritavam uns contra os outros à distância.

“Você vive nos anos 60”, gritou um apoiador de Trump.

“Você vive nos anos 1400”, respondeu alguém do outro lado.

Os grupos deixaram o parque e caminharam pelas ruas da cidade com a polícia seguindo-os de perto.

O protesto dá sequência a manifestações ocorridas em março no mesmo parque e promovidas por alguns dos mesmos grupos, as quais também se encerraram de forma violenta. Naquele momento, foram diversos feridos e 10 presos. Fonte: Associated Press.