A Turquia criticou a União Europeia (UE) por apoiar a Holanda, após o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ter afirmado que dois de seus ministros irão ao tribunal de direitos humanos da UE para questionar o tratamento recebido por eles na Holanda.

Em comunicado nesta terça-feira, o ministro de Relações Exteriores da Turquia disse que a posição da UE sobre a Turquia era “enviesada” e “não tinha valor” para o país, assim como impulsiona, em sua opinião, os extremistas.

O ministro argumentou que o bloco europeu “ignorou as violações da Holanda de convenções diplomáticas e da lei”. Fonte: Associated Press.