Theodore Sorensen, que foi principal assessor do ex-presidente norte-americano John F. Kennedy, morreu ontem, aos 82 anos, em um hospital de Nova York, vítima de complicações de um derrame sofrido em 2001. Além de escrever os discursos de Kennedy, Sorensen era confidente do chefe de Estado e a pessoa mais próxima do ex-presidente depois do irmão dele, Bobby.

Alguns dos discursos mais memoráveis de JFK, desde sua fala inaugural até suas palavras para saudar a chegada do homem à Lua, são creditados a Sorensen. As informações são da Associated Press.